Alergia

DICAS

O QUE É ALERGIA?

Alergia é uma reação exagerada do organismo contra substâncias, as quais normalmente os indivíduos não deveriam reagir. Essa reação se chama reação alérgica e é ocasionada por alterações (desequilíbrio) do sistema imunológico. As alergias estão crescendo. Cerca de 25% da população dos países industrializados apresentam algum tipo de alergia.

OS PRINCIPAIS TIPOS DE ALERGIA:

  • Conjuntivite (alergia nos olhos);
  • Rinite (alergia no nariz);
  • Asma;
  • Anafilaxia (alergia generalizada);
  • Alguns tipos de urticária (alergia na pele);
  • Dermatite ou Eczema (alergia na pele);
  • Alergia alimentar;
  • Alergia a medicamentos.

AGENTES DESENCADEANTES DOS QUADROS ALÉRGICOS:

  • Poeira domiciliar;
  • Ácaros;
  • Polens de plantas e gramíneas;
  • Epitélio de animais (ex. pelo de gato, cão, cavalo);
  • Penas;
  • Fungos (mofos);
  • Alimentos;
  • Cosméticos;
  • Medicamentos;
  • Látex (borracha);
  • Venenos (insetos, abelha, vespa e formigas).

PRINCIPAIS SINAIS E SINTOMAS

Asma: Obstrução das vias aéreas nos brônquios, falta de ar, tosse e chiado no peito.

Características: Infecção, prática de exercícios, alteração de temperatura, poeira, polens, mofos e estresse podem causar alteração do fluxo de ar.

Rinite: Coceira nasal, espirros, coriza e obstrução nasal.

Características: Infecções, polens, ácaros, odores, podem desencadear as crises.

Conjuntivite Alérgica: Vermelhidão das conjuntivas, coceira ocular, inchaço nos olhos.

Características: Coexiste com rinite.

Urticária e Angiodema: Lesões avermelhadas pelo corpo e inchaço.

Características: Pode ser aguda ou crônica.

Eczema ou Dermatite: Lesões descamativas e pruriginosa na pele.

Características: Pode ser atópico (alimentos, poeira, ácaros e polens) ou de contato (relacionada com as atividades e hábitos do indivíduo).

Anafilaxia: Pressão baixa, mal-estar, tontura, inchaço, rouquidão, falta de ar, sufocação e lesões na pele.

Característica: Pode ser causada por medicamentos, alimentos, induzida por exercícios, genético e veneno de animais.

HEREDITARIEDADE

A possibilidade de desenvolver alergias depende da herança genética e do meio ambiente. Você tem maior risco de desenvolver uma alergia se:

Herança genética:

- Ambos os pais são alérgicos;

- Um de seus pais ou irmão/irmã é alérgico.

Meio ambiente:

Você é exposto a fumaça de cigarros, especialmente durante a infância.

Você foi exposto a altas doses de poeira domiciliar, principalmente quando bebê, pelo uso de carpete, cortinas, artigos de pelúcia, etc.

Existe grande quantidade de alérgenos no seu ambiente doméstico, por exemplo: ácaros, baratas e mofos.

Você foi exposto a grandes quantidades de leite de vaca, ovo e peixe durante seus primeiros seis meses de vida.

TRATAMENTO

Medidas gerais no tratamento de alergia incluem IDENTIFICAR E EVITAR POSSÍVEIS ALÉRGENOS. Isto nem sempre é possível, quando o alérgeno está disseminado no meio ambiente, por exemplo: o pólen de gramíneas e poeira domiciliar. Outros tratamentos envolvem o uso de MEDICAMENTOS E/OU DESSENSIBILIZAÇÃO ou IMUNOTERAPIA (é uma técnica bem estabelecida que visa melhorar os sinais e sintomas da alergia causados por alérgenos específicos).

CONTROLE AMBIENTAL

É uma das ações eficientes para melhora dos pacientes alérgicos. Quando a razão de seus sintomas alérgicos é conhecida.

ÁCAROS DA POEIRA DOMICILIAR:

várias ações podem reduzir a exposição dos ácaros da poeira domiciliar. A principal é a limpeza e, para conseguir garanti-la e prevenir o crescimento dos ácaros, você deve remover cortinas, carpetes, papéis de parede e qualquer outro material que possa acumular poeira. As camas devem ser aspiradas frequentemente , e as roupas de cama lavadas com água a 60 º. Colchões antigos devem ser substituídos e a utilização de protetores de colchões e de travesseiros impermeáveis aos ácaros são muito importantes. A umidade interna da casa deve ser muito reduzida, abrindo-se as janelas regularmente.

MOFOS:

Os fungos do ar (mofos) estão sempre presentes e todas as orientações indicadas para redução da exposição aos ácaros da poeira domiciliar doméstica são úteis para eliminação dos mofos. Cuidados especiais devem ser observados em relação a paredes úmidas, alimentos velhos, armários fechados, roupas guardadas por longos períodos. A casa deve sempre estar com a pintura nova, limpa e seca.

POLENS:

Controle absoluto de polens não é possível, pois eles estão suspensos no ar e podem afetá-lo em qualquer lugar no ambiente externo. Os polens também passam para o ambiente doméstico através das janelas e portas, portanto é melhor dormir com as janelas fechadas e evitar expor-se aos jardins e gramados.

ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO:

Controle absoluto aos alérgenos de animais de estimação é muito difícil. Se um membro da família é alérgico a algum animal doméstico, é recomendável não manter o animal dentro da casa e lavar bem as roupas após o contato com o paciente. No caso da alergia aos gatos, mesmo que o animal seja retirado da casa, o paciente alérgico será inevitavelmente exposto aos alérgenos do gato, já que outras pessoas carregam esses alérgenos em suas roupas e os distribuem em todos os ambientes onde passam.

INSETOS:

Várias precauções devem ser observadas para evitar as picadas de insetos, evite o uso de roupas coloridas, excesso de perfumes, comer em ambientes externos, permanecer em jardins, florestas e praias.

ALIMENTOS E MEDICAMENTOS:

Evitar alimentos e medicamentos que causam alergia.

COSMÉTICOS:

Evitar contato com produtos que causam alergia, substituir pelos cosméticos hipoalergênicos.

O seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu navegador agora

×